Trânsito São Paulo Av 23 de maio

Trânsito São Paulo Av 23 de maio

Falha no Waze deixa trânsito de São Paulo (ainda mais) congestionado

 

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o popular serviço Waze apresentou problemas durante a segunda-feira (23) e acabou ajudando a aumentar ainda mais o trânsito na cidade. Aparentemente, a função de sugestão de rotas estava com falhas e insistiu em levar motoristas para a Avenida 23 de Maio, que já estava completamente parada. Ao todo, foram 8,7 km de lentidão registrados na rua e o triplo de congestionamentos em toda a cidade.

Essa ocorrência nos leva a pensar (repensar) o que de fato se consolidou. O uso quase que universal do waze pelos motoristas, em especial em São Paulo, em uma falha como esta, mostrou o quando estamos caminhando para uma dependência quase sem volta de um aplicativo que detém a inteligência para monitorar e gerir o trânsito em grandes cidades.

O poder concentrado nas mãos do Google (empresa detentora da maioria das ações da Israelense Waze) com as informações em tempo real de milhões de veículos só na cidade de São Paulo, nos faz perguntar até onde esta tecnologia, sem concorrentes a altura, pode nos levar.

Uma possibilidade, mesmo que sem nenhum posicionamento público da empresa a respeito, é a de vender um assinatura,  do que poderíamos chamar de serviço premium,  que direcionaria seus assinantes a melhores caminhos com menores tempos de percurso. Neste caso, imagine milhares de veículos que utilizam o serviço em seu modo atual, gratuito, sendo jogados propositalmente para caminhos mais lentos, ou vias secundárias, enquanto os assinantes do serviço possam trafegar com maior agilidade e menor tempo dentro da cidade.

Nesse sentido, devemos sempre estar atentos às mudanças dos termos e condições, além de avaliar e analisar sempre os percursos escolhidos pelo aplicativo. Muito provavelmente, com o aprimoramento da aplicação bem como o desenvolvimento e utilização em grande escala dos veículos autônomos (sem motoristas humanos), entraremos em grandes disputas de tecnologias que irão gerenciar de forma até oficial, por concessão inclusive, do tráfego de veículos por grandes cidades pelo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.