Engenheira brasileira cria kit elétrico para instalação em um Fusca

 

A engenheira eletricista Aline Gonçalves Santos, moradora de Vila Velha (ES), conseguiu equipar um Fusca de 1971 com motor elétrico.

Pensando em criar uma solução viável para modificar um clássico popular, uma engenheira eletricista brasileira desenvolveu um projeto a fim de popularizar o veículo elétrico.

Aline Gonçalves Santos é a responsável pela criação do Fusca Elétrico, um projeto que levou cerca de dois anos de estudo e desenvolvimento para a criação de uma tecnologia capaz de substituir os motores a combustão por motores elétricos.

O projeto do Fusca Elétrico

O aumento nos preços dos combustíveis é algo bastante recorrente no Brasil, o que torna o projeto da Aline uma iniciativa ainda mais interessante. O Fusca Elétrico foi viabilizado através do trabalho simultâneo de 10 pessoas, especializadas em diferentes áreas. O resultado é um veículo com autonomia de 50 quilômetros e velocidade máxima de 50 km/h.

Aline Gonçalves Santos é a responsável pela criação do Fusca Elétrico

Vale lembrar que veículos elétricos no Brasil são encontrados em concessionárias com preços partindo de R$ 200 mil, enquanto o Fusca elétrico foi transformado em realidade por “apenas” R$ 60 mil.

Buscando popularizar os veículos elétricos no Brasil, a startup de Aline criou um kit elétrico para a substituição do sistema de combustão, ainda mais em conta do que o gasto para viabilizar a solução: custo de R$ 45 mil.

O kit é composto por motor elétrico, 15 células de bateria de lítio e um display que informa ao condutor algumas informações do sistema, como a temperatura da bateria. Apesar da adaptação universal, inicialmente os veículos antigos de chassi Volkswagen foram escolhidos para as modificações.

Confira a entrevisa dela ao TN1