Estudos indicam que vacinas da Pfizer, Oxford e Butantan são eficazes contra variante brasileira

Em estudos distintos, alguns preliminares, realizados pelos fabricantes das vacinas, indicam que essas vacinas (Pfizer/BioNTech, Instituto Butantan/Sinovac e Oxford/Astrazeneca) continuam com eficácia contra a variante brasileira do coronavírus, a variante de Manaus.

O estudo da Pfizer foi publicado na New England Journal of Medicine nesta segunda-feira.

vacina desenvolvida pela Pfizer em parceria com a alemã BioNTech contra a Covid-19 foi capaz de neutralizar uma variante do coronavírus que está se espalhando rapidamente pelo Brasil, de acordo com um estudo de laboratório que foi publicado 

A pesquisa sobre a CoronaVac foi conduzida pelo Instituto Butantan, responsável pelo estudo clínico da vacina e que está envasando o imunizante no Brasil, disse uma fonte com conhecimento do estudo à Reuters hoje.

Os cientistas disseram que a capacidade de neutralização era mais ou menos equivalente ao efeito da vacina em uma versão do ano passado e menos contagiosa do vírus.

Com informações:

Reuters: Pfizer/BioNTech COVID-19 vaccine neutralizes Brazil variant in lab study

Reuters: Exclusive: Study in Brazil indicates Sinovac vaccine works against P1 variant found in Brazil – source