Foto: Mikael Eriksson/SR

Suecos entregam 12.000 armas durante período da campanha de desarmamento

 

Uma anistia de armas resultou na entrega voluntária de 12.000 armas, segundo dados da polícia sueca. As armas de caça constituíram a maior proporção de armas entregues à polícia durante o período de anistia entre 1º de fevereiro e 30 de abril, enquanto mais de 3.500 pistolas também foram enviadas, segundo o site da polícia. 28 toneladas de munição também foram entregues segundo dados da Polícia sueca.

Panfletos sobre o período da anistia de entrega de armas na Suécia. Foto: Bresciani/TT

Um número menor de 9.000 armas havia sido relatado na época em que o período de anistia já tinha terminado em abril.

Mas o número de 12.000 foi confirmado através de uma declaração no site da polícia, com o líder do projeto, Joakim Norenhag, declarando-se “satisfeito” com o resultado.

“Receber tantas armas que não sabíamos anteriormente é naturalmente positivo. Mas devemos ter muito cuidado ao dizer que isso terá algum impacto nos tiroteios que vimos em todo o país ”, disse Norenhag a imprensa.

A região policial do Sul (Syd) encabeçou a lista de áreas com o maior número de armas abandonadas. Cerca de 15.000 armas foram recolhidas durante uma anistia semelhante em 2013.

A anistia deste ano, autorizada pelo parlamento, durou três meses, de 1º de fevereiro a 30 de abril. A anistia permitiu que pessoas de posse de armas e munições não registradas ou ilegais as entregassem à polícia sem enfrentar perseguição legal.

Armas entregues sob os termos da anistia tiveram que ser abandonadas voluntariamente (semelhante como ocorreu com a campanha de desarmamento no Brasil, mas sem ressarcimento).

As pessoas que deixavam armas com a polícia podiam fazê-lo anonimamente, enquanto a polícia não tinha o direito de realizar investigações relacionadas a qualquer uma das armas apresentadas.

Nos casos em que as armas devolvidas tem um registro feito pelos proprietários, os proprietários são informados pela polícia que eles têm um mês para recolher sua propriedade caso tenham interesse.

Armas não reclamadas e outras armas serão eventualmente descartadas ou entregues aos museus, caso sejam raras ou de interesse.

A anistia era válida para armas e munições, mas não para explosivos ou materiais explosivos.

Com informações do POLISEN (Departamento de Polícia da Suécia) , The Local  ( Sweden ) e da Campanha Oficial da Polícia Sueca (Vapenamnesti 2018)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.